Expedição aos Balcãs 2013 – Dia 5 – 30/07/2013, terça-feira

30/07/2013, terça-feira
Viagem para Novi Sad
 
No momento em que escrevo estas linhas, estou a dirigir-me de Zagreb, Croácia para Novi Sad, Sérvia duas separadas por 7 horas e 380 Km de distância. Antes de fazermos esta viagem, tivemos de decidir qual a forma como a faríamos. Esta decisão levou-nos até altas horas da madrugada na noite anterior. Por um lado tínhamos informaçãoo de que o autocarro era a melhor opção. Por outro lado todos nós preferíamos viajar de comboio, embora estivéssemos ao corrente da aventura em que a viagem se poderia tornar. Acabámos por optar pelo comboio, viesse o que viesse.
O comboio que nos leva para a Sérvia é proveniente de Zurique, pois faz a ligação daquela cidade Suíça com a capital Sérvia,  Belgrado. É um comboio noturno que parte de Zurique à noite, chega a Zagreb às 11:00 e segue para Belgrado  onde chega ao final da tarde. Nós como vamos para Novi Sad,  fazemos uma mudança de comboio na cidade Sérvia de Sremska Mitrovica. Para já estamos prestes a sair da Croácia, e a polícia Croata já entrou no comboio para o controlo fronteiriço.
Volto à escrita assim que as circunstâncias o justifiquem.
O ambiente no comboio é animado, muito jovem e multicultural. A cidade de Belgrado é um ponto central para se apanhar transportes para diversas regiões dos Balcãs e não só. Enquanto o comboio segue pelos carris da planície das ex-Jugoslávia, conversamos com várias pessoas e conhecemos dois jovens Brasileiros que estudam em Coimbra! Vêm de Budapeste e já andam em viagem à vários dias. Ao chegarmos à fronteira Sérvia,  é a vez da polícia Sérvia fazer o controlo dos passaportes. Mostramos os nossos quando nos são pedidos pela polícia e o processo é tranquilo. Não é necessário qualquer tipo de visto para entrarmos na Sérvia  No entanto, o processo não correu tão bem com os dois jovens Brasileiros, pois no caso deles é necessário um visto que só pode ser obtido na embaixada Brasileira. Foram impedidos de entrar no país e levados para fora do comboio pelas autoridades que os encaminharam para o posto fronteiriço. Enquanto decorria o controlo de passaportes ainda os conseguimos ver, mesmo à distância, até que a porta se fechou e nunca mais soubemos nada deles. O plano deles era descer até à Grécia e dai apanhar um barco para a Turquia, pois tinham bilhete de avião de volta de Istambul para Lisboa. Talvez quando chegarmos a Portugal os consigamos localizar, isto é, se eles chegarem a sair da Sérvia  Esperemos que sim!
 
Finalmente chegamos a Novi Sad depois de dois comboios e sete horas de viagem que foi bastante agradável. Deu para descansarmos e na verdade nem demos pelo tempo passar. Em Novi Sad ainda tivemos de caminhar cerca de 3,5 Km desde a estação de comboios até ao dormitório Carl Lazar, junto ao Danúbio, onde nos encontramos com os Portugueses que já tinham chegado para o congresso Pan-Europeu de jovensAdventistas. Mesmo assim, dos 4 grupos que andaram em expedição pela Europa fomos os primeiros a chegar. Os que já estavam em Novi Sad tinham vindo à dois dias atrás diretamente para o congresso.
 
Para já, a 1ª fase da nossa expedição está concluída.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *